MUD Valinor


Warning: preg_replace(): The /e modifier is no longer supported, use preg_replace_callback instead in /home/mud/mud/www/modules/rplogs/rplog.class.php on line 386

O Resgate na floresta velha

O Resgate na floresta velha

Informações gerais

Título:
O Resgate na floresta velha
Autor:
Nosrefej
Tipo:
Fan-fic ambientada no MUD (OOC)
Participantes:
Local:
Bri, e floresta velha
Data IC:
Gondor: 11º dia do Súlimë do 3088º ano da Terceira Era do Sol
Data OOC:
09/03/2011

Resumo

Nosrefej, um destemido guerreiro nascido em Valfenda, cansado do marasmo sem as batalhas habituais, resolve sair em busca do lendário laço vermelho, e se depara com mais que poderia ansiar para suas aventuras.

    Gondor:    0 hora, 21º dia do Úrimë do 3088º ano da Terceira Era do Sol.

A maioria dos aventureiros preferem se arriscar em terras longínquas e muitas vezes mal conhecem o que os cerca, o que está sempre ali, mas não é visto. Além dos portões seguros de uma vila, há muito para quem procura, nem sempre boas surpresas, mas sempre há algo a saber.
    
Na tarde do dia 20º dia do Úrimë do 3088º ano da Terceira Era do Sol, o jovem Nosrefej decidiu descobrir o que os arredores da vila de Bri ocultavam, preparou
suprimentos, pediu ao ferreiro que afiasse sua espada e partiu rumo ao portão oeste. O tempo estava bom e, em suas últimas horas daquele dia o sol brilhava, os pássaros trinavam alegremente e havia pouco movimento de pessoas na estrada, o que animaria qualquer viajante que soubesse aonde vai, mas para um aventureiro em busca de fama talvez não fosse assim tão interessante.
    
Nosrefej partiu rumo às colinas dos túmulos e, embora provavelmente não soubesse disso, as criaturas de lá não apreciam muito os visitantes. Desceu por uma trilha até o fosso que separava a estrada dos portões das colinas e como ainda havia luz do sol, não teve maiores problemas para cruzar a área. Pareceu comover-se ao encontrar Finn, o elfo que perdera seus irmãos na floresta velha. Após olhá-lo algumas vezes, partiu rumo a outra trilha que levava à floresta.

Por sorte, ou não, seu caminho o levou até o coração da floresta velha sem muitos desvios, lá encontrou o velho salgueiro, misterioso e traiçoeiro. O jovem ficara entusiasmado com a estranha árvore, tentou inutilmente escavar e procurar a área ao redor para descobrir a origem do estranho som que parecia vir do interior do salgueiro e rumou para o extremo oeste da floresta.

Passou por um seguro e verdejante campo de grama em direção ao Condado, porém as construções dos pequeninos pareceram confusas demais aos olhos de Nosrefej, que retornou à floresta, passou horas procurando algo que saciasse sua sede de aventuras, sabia que o salgueiro não era de fato uma árvore normal, passara tanto tempo em sua busca que nem viu o cair da noite.
    
Procurando por um lugar onde passar a noite, acabou na casa do grande Tom Bombadil, entrou e vasculhou a casa, encontrou Tom e sua senhora dormindo e decidiu não os incomodar, regressando mais uma vez à floresta.

Mais uma vez deparou-se com o salgueiro, e dessa vez tentou atacá-lo, após um golpe bem sucedido, o salgueiro o prendeu em um dos galhos para evitar ser atacado. Vendo que estava sem saída tentou se debater para escapar dos galhos, mas nada adiantou, gritou por ajuda, chamou por Tom, mas ele estava dormindo em sua casa, não podia ouvir o pedido pois estava sonhando ao lado de sua senhora.

Tentou mais uma vez se debater, e o esforço já lhe fazia consumir muita energia, a boca já começara sentir os efeitos do tempo em que ficara sem beber, perdido
ali naquela floresta enorme e confusa, por sorte ainda havia água em seu cantil, o que lhe dava um tempo amais até que pensasse em algo.

    --Abra! -- ele gritava...
    -- Me deixe sair!

    Tentou cantar, mas tudo que saiu foi um "Me largue", quase sem ritmo ou entonação qualquer. Tentou dormir um pouco para recuperar as forças, mas as condições eram adversas até mesmo ao mais experiente dos aventureiros, alimentou-se como podia levando um dos braços à mochila e retirando um pão:

    -- Socorro.
    -- Socorro! --já aparentemente já sem esperanças ele gritava à espera de alguma intervenção.

    Kyle, um companheiro de clã de Nosrefej passava por Bri para ajudar Dory a recuperar uma carga de brinquedos roubados. Seguindo as pistas, passou pela
estrada leste rumo ao Condado, quando ouviu gritos de ajuda. Já era noite e não havia pessoas pela estrada, o grito se repetiu mais algumas vezes, foi quando Kyle reconheceu que se tratava de seu camarada Nosrefej.

    --Nosrefej, Nosrefej é você? --Gritou Kyle.

Parecendo não dar muita atenção às palavras ditas ele apenas respondeu:
    -- Socorro!
    --Calma, consegue ver algo? Onde você está?
    -- Preso no alto de um velho salgueiro!

Kyle revira a bolsa, e ao encontrar um velho pergaminho grita:

    -- Encontrei um pergaminho, vou tentar encantá-lo!
    Porém o artefato parecia já ter sido encantado com outro feitiço, anulando o de Kyle:
    -- Droga, o pergaminho é complexo demais pra escrever, aguente mais um pouco.

Nosrefej parecia ter compreendido as palavras do amigo dessa vez e tentou novamente, aparentemente mais calmo:
    -- Socorro! Não quero virar adubo de planta.
    
Kyle voltou às pressas para Bri e procurou por um pergaminho que pudesse retirar seu amigo de cima do velho salgueiro, já ficara preso ali uma vez e fora salvo
por um pergaminho contendo um estranho feitiço de teleporte. Infelizmente o comércio já estava fechado, e recorrendo à pequena loja do templo de Andrakaus, Kyle procurou pelo tal pergaminho com Aurakhen, que felizmente o tinha.

Voltando para a floresta o mais rápido que conseguia, Kyle procurava pelo salgueiro, ele já o vira diversas vezes antes, mas à noite as árvores pareciam
se mexer nessa estranha floresta:

    -- Agora sim! Vamos tentar tirá-lo daí.

Kyle se sentiu aliviado por Nosrefej ter conseguido responder, tratou então de procurar acalmá-lo, com um feitiço, fê-lo sentir que estava perto:

    -- Quase senti que alguém queria muito me ver. --Disse Nosrefej em voz alta.
    -- Está tudo bem Nosrefej, sou eu, Kyle.
    -- Kyle! --Nosrefej gritou parecendo aliviado.
    -- Vamos esperar que o salgueiro não seja tão mais forte que eu, meu amigo.. --Kyle ponderou..
    -- Tive uma idéia, tente acertá-lo e ele o trará aqui pra cima.
    -- Sim, foi o que pensei, mas é provável que ele queira me matar já que já pegou você.
    -- Será que não podemos pedir para ele me deixar sair?
    -- Humm, quem tem esse poder é o grande Tom Bombadil, eu vou fazer o que puder.

    Kyle já estava próximo o suficiente para atacar o salgueiro, sabia que o fogo o incomodaria, então atirou uma breve fagulha contra o salgueiro que prontamente o aprisionou também:

    -- Parece que o salgueiro me permitiu lhe fazer companhia. --Kyle disse sorrindo ao ver Nosrefej.
    
Nosrefej abraçou o amigo, que em resposta deu um tapinha em suas costas. Retirando o pequeno rolo de pergaminho de sua bolsa Kyle voltou a sorrir
para Nosrefej:

    -- Vamos sair daqui.
    -- Vamos. --disse Nosrefej acalmando-se.

Nosrefej recitou as palavras contidas no pergaminho e um clarão os envolveu, quando a luz cessou, estavam novamente em Bri, diante do guardião do norte:
    -- Pensei que iria virar adubo.
    -- O salgueiro não tem a natureza má... --ponderou Kyle.
    -- Pois é. --concordou Nosrefej.
    -- Estava querendo uma fita vermelha, laço vermelho, algo assim. --disse Nosrefej.
    -- Procurou na árvore errada amigo. --disse Kyle, rindo.
    -- Ora, o que foi fazer na floresta velha heim? --Disse Kyle fingindo repreendê-lo.
    -- A tentação de atacá-lo foi maior. --Disse Nosrefej.
    Kyle ajeitou os suprimentos dentro da bolsa, olha para Nosrefej e balança a cabeça negativamente:
    -- Tente não se meter em encrenca, pelo menos não nas que não consiga sair vivo. --Kyle disse sorrindo.
    -- Salvou minha vida. --Nosrefej disse enquanto abraça o amigo.
    Os dois passaram um tempo rindo do fato, despediram-se e retornaram para seus rumos.

Como jogar?

Leia nosso Guia para Iniciantes e
jogue agora
(ajuda)

Esse recurso permite jogar sem instalar nada em seu computador, mas você também pode usar um cliente de MUD convencional.

Em caso de dúvidas, veja as perguntas mais frequentes ou faça a sua.

Dicas de jogo

O que é damroll? Hitroll? Alinhamento? Glória? Digite help damroll, help hitroll... E veja para que servem!