MUD Valinor

Os Calendários do MUD Valinor

por Dermeister, em 27/01/2004, lido 4547 vezes (Informações ao Jogador)

Resumo: Tolkien criou uma série de calendários para seus povos, com cuidados e detalhes próximos àqueles que usou na criação dos idiomas. Cada celendário da Terra-média segue um estilo representativo da cultura do povo que o utiliza. No MUD Valinor, usamos estes calendários de forma intensiva, com algumas adaptações para facilitar o cálculo de datas pelos jogadores.

 

 

Introdução

No MUD Valinor existe uma sistema que controla a passagem das horas: dias e noites afetam os personagens de formas diversas. Durante a noite, por exemplo, seu personagem não consegurá ver nada, a menos que disponha de uma tocha, lamparina ou outra fonte de luz. Da mesma forma, durante a noite, os portões das cidades e estabelecimentos comerciais são fechados, e as pessoas evitam sair, temendo ladrões, ou criaturas notívagas.

Havendo a passagem do tempo, a criação de um calendário é apenas uma consequência. Tolkien foi cuidadoso o bastante para dispor em suas obras calendários elaborados de forma tal que, no legendarium, herdam características de seus criadores. Um calendário elaborado por povos élficos, por exemplo, terá anos mais longos em resposta a grande longevidade desta raça. Calendários mantidos por hobbits, ao contrário disso, priorizam a simplicidade.

Adotamos, no MUD Valinor, três calendários principais, os calendários de Gondor, Valfenda e Condado. Todos são detalhadamente descritos no apêndice D de O Senhor dos Anéis, e esta descrição foi usada para elaborar os calendários do MUD e este texto. Algumas mudanças foram necessárioas para tornar o cálculo dos dias mais simples aos jogadores, afinal, seguindo o modelo original, seria extremamente complicado calcular mentalmente, por exemplo, a correspondência de datas entre os calendários do Condado e de Gondor.

 

 

Calendário de Gondor

O calendário usado em Númenor e, posteriormente, Arnor e Gondor foi bastante inspirado pelos calendários élficos. Porém, desejando contabilizar meses de duração mais regular, os númenorianos dividiram o ano em dez meses de trinta dias e dois de trinta e um dias, e passaram a utilizar uma semana de sete dias. O seguinte trecho fornece uma interessante explicação a respeito do funcionamento deste calendário:

O sistema númenoriano, tal como usado em Númenor, em Arnor e Gondor até o fim dos reis, era chamado Registro do Rei. O ano normal tinha 365 dias. Era dividido em doze astar ou meses, sendo que dez tinham 30 dias e dois tinham 31. Os astar longos ladeavam o Meio do Ano, mais ou menos como nossos junho e julho. O primeiro dia de cada ano era chamado yestarë, o dia médio (o 183º) loëndë, e o último mettarë; estes 3 dias não pertenciam a nenhum mês. A cada quatro anos, exceto no último do século (haranyë), dois enderi ou "dias médios" tomavam o lugar do loëndë.

Outro excerto do Apêndice D nos fornece detalhes sobre a nomenclatura dos meses no calendário de Gondor:

Em westron, foram normalmente mantidos os nomes em quenya dos meses, assim como hoje em dia os nomes latinos são empregados em outras línguas. Eram: Narvinyë, Nénimë, Súlimë, Víressë, Lótessë, Nárië, Cermië, Urimë, Yavannië, Narquelië, Hísimë, Ringarë. Os nomes em sindarin (usados apenas pelos dúnedain) eram: Narwain, Nínui, Gwaeron, Gwirith, Lothron, Nórui, Cerveth, Urui, Ivanneth, Narbeleth, Hithui, Girithron.

Estes trechos nos permitem tabular o calendário usado em Gondor na Terceira Era com relativa precisão, apesar das subsequentes reformas que sofreu, para a representação a seguir:

 

Yestarë
           
1. Narvinyë
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
 
2. Nénimë
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
3. Súlimë
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
4. Víressë
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
             
5. Lótessë
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
 
6. Nárië
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31

Loëndë
(1º e 2º Enderi)
 
7. Cermië
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31
 
8. Úrimë
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
             
9. Yavannië
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
10. Narquelië
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
11. Hísimë
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
 
12. Ringarë
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
           
Mettarë

 

Calendário de Gondor adaptado para a realidade do MUD

O calendário usado no MUD constitui uma versão simplificada do Registo do Rei através da supressão dos dias especiais, obtendo-se um ano de trezentos e sessenta dias divididos em doze meses de trinta dias. O Calendário de Gondor, na forma utilizada pelo MUD Valinor, assume o seguinte aspecto:

 

1. Narvinyë
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
 
2. Nénimë
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
3. Súlimë
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
4. Víressë
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
             
5. Lótessë
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
 
6. Nárië
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
7. Cermië
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 
8. Úrimë
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
             
9. Yavannië
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
10. Narquelië
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
11. Hísimë
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
12. Ringarë
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30

 

 

 

Calendário do Condado

O Calendário do Condado é uma forma adaptada do Registro do Rei, adotada pelos hobbits no início de sua permanência em Eriador. Este calendário foi, posteriormente, também adotado em Bri, com exceção do costume de considerar o Ano 1 como o ano da colonização do Condado (1601 TE).

Dada a sua origem, o Calendário do Condado ainda mantém algumas similaridades com o Calendário de Gondor e com alguns calendários élficos, porém, seu aspecto foi fundamentalmente modificado pelos hobbits. O grande interesse deste povo por origens e genealogias acabou por incentivá-los a desenvolver um sistema bastante preciso, porém, não necessariamente complexo.

Os seguintes trechos nos dão uma idéia precisa da topologia deste calendário:

Cada ano começava no primeiro dia da semana, sábado [vide nota], e terminava no último dia da semana, sexta-feira. O Dia do Meio do Ano e o Sobrelite nos anos bissextos não tinham o nome de nenhum dia da semana. O Lite anterior do Dia do Meio do Ano era chamado de 1º Lite, e o posterior de 2º Lite. O Iule no fim do ano era o 1º Iule, e o do começo o 2º Iule.

(...) Seus meses eram todos iguais, e tinham trinta dias cada um; mas eles tinham 3 Dias Estivais, chamados no Condado de Lite, ou Dias de Lite, entre junho e julho. O último dia do ano e o primeiro do ano seguinte eram chamados Dias de Iule. Os dias de Iule e Lite eram exteriores aos meses, de modo que 1º de janeiro era o segundo, não o primeiro dia do ano. A cada quatro anos, exceto no último ano do século, havia quatro Dias de Lite. Os dias de Lite e Iule eram os principais feriados e épocas de festividades. O Dia de Lite adicional era acrescentado após o Dia do Meio do Ano, e assim o 184º dia dos anos bissextos era chamado de Sobrelite, um dia de festejos especiais. (...)

Outro excerto nos fornece detalhes a respeito da nomenclatura empregada para os meses, de acordo com uma representação do Calendário do Condado, encontrada no início do Apêndice D, bem como das suas variantes encontradas na aldeia de Bri:

Os nomes [dos meses] do Condado estão demonstrados no Calendário [no início do Apêndice D]. (...) Em Bri os nomes eram diferentes, a saber, Gélido, Lamamês, Louvoso, Brotal, Tremunge, Lite, Diasdestio, Prado, Ervamês, Ceifamês, Hibernal, Libal e Iulemês. Gélido, Brotal e Iulemês também eram usados na Quarta Leste.

E, por fim, temos aqui uma demostração do elevado senso de praticidade dos hobbits:

A gente do Condado introduziu uma pequena inovação (que acabou sendo adotada também em Bri), a que chamaram Reforma do Condado. Achavam desordenada e inconveniente a oscilação dos nomes dos dias da semana em relação às datas, de um ano para outro. Assim, no tempo de Isengrim II, estipularam que o dia extra que desalinhava a sucessão não deveria ter o nome de nenhum dia da semana. A partir daí, o Dia do Meio do Ano (e o Sobrelite) era conhecido apenas pelo nome, sem pertencer a nenhuma semana. Em consequência desta reforma, o ano começava sempre no Primeiro Dia da semana e terminava no Último Dia; e o mesmo dia, em qualquer ano, tinha o mesmo nome em todos os demais anos, de modo que a gente do Condado não se preocupada mais em escrever o dia da semana em suas cartas ou diários. Consideravam isso muito conveniente em sua própria terra, mas nem tanto quando viajavam além de Bri.

NOTA: Tolkien usa em sua obra traduções modernas dos dias da semana, apesar de, como é citado no respectivo apêndice, cada calendário usar denominações próprias.

O Calendário do Condado é extensivamente documentado em O Senhor dos Anéis incluindo sua representação tabular que, com algumas modificações em relação ao sentido de contagem dos dias dos meses, foi reproduzida abaixo.

 

1. Pós-Iule
Iule 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 21 29 30
 
2. Lamamês
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
3. Louvoso
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 
4. Pasco
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
 
             
5. Tremunge
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
6. Pré-Lite
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 Lite

Dia do Meio do Ano
(Sobrelite)
 
7. Pós-Lite
Lite 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 21 29 30
 
8. Ervamês
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
             
9. Sacromês
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 
10. Cerrinverno
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
 
11. Libamês
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
12. Pré-Iule
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 Iule
 
             

 

 

Calendário do Condado adaptado para a realidade do MUD

Por fim, segue abaixo a representação do Calendário do Condado conforme adotado no MUD Valinor. Nota-se que os Dias Estivais foram removidos, obtendo-se um calendário de trezentos e sessenta dias, igualmente distribuídos em doze meses. Desta forma, obteve-se um calendário substancialmente semelhante ao Calendário de Gondor.

 

1. Pós-Iule
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
 
2. Lamamês
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
3. Louvoso
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
4. Pasco
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
             
5. Tremunge
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30
 
6. Pré-Lite
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
 
7. Pós-Lite
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
 
8. Ervamês
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30
             
9. Sacromês
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
 
10. Cerrinverno
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
 
11. Libamês
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
 
12. Pré-Iule
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30

 

 

 

Calendário de Valfenda

O Calendário de Valfenda é o principal caldendário usados pelos povos élficos no MUD Valinor. Este é um calendário solar, possuindo 365 dias divididos em seis meses, dos quais dois tem 72 dias e quatro com 54 dias, e dispondo de cinco dias "avulsos", ou seja, que não estão inseridos em mês algum. Para fins de correção, a cada doze anos três dias são adicionados ao meio do ano.

O seguinte trecho, extraído do Apêndice D de O Senhor dos Anéis, é fundamental para a compreensão da natureza deste calendário.

Parece claro que os eldar da Terra-média, que, como observou Samwise, dispunham de mais tempo, calculavam em períodos longos, e a palavra quenya yén, muitas vezes traduzida por "ano", significa na verdade 144 de nossos anos. Os eldar preferiam calcular em grupos de seis e doze quando era possível. Um "dia" do sol era por eles chamado e considerado se um pôr-do-sol a outro. O yén continha 52.596 dias. Para fins rituais, e não práticos, os eldar observavam uma semana ou enquië de seis dias; e o yén continha 8.766 desses enquier, contados continuamente por todo o período.

Na Terra-média os eldar observavam também um período curto ou ano solar, chamado coronar ou "ronda do sol", quando considerado sob um ponto de vista mais ou menos astronômico, mas normalmente chamado loa, "crescimento". (...) O loa era dividido em períodos que poderiam ser considerados meses longos ou estações curtas. (...) Nesse calendário, havia seis dessas "estações", cujos nomes em quenya eram tuilë, lairë, yávië, quellë, hrivë e coirë, que podem ser traduzidos como "primavera, verão, outono, dissipação, inverno, agitação". Os nomes em sindarin eram ethuil, laer, iavas, firith, rhîw, e echuir. (...)

O lairë e hrivë tinham 72 dias cada um e, os demais, 54. O loa começava com o yestarë, o dia imediatamente anterior ao tuilë, e terminava com o mettarë, o dia imediatamente posterior ao coirë. Entre o yávië e o quellë inseriam-se três enderi, ou "dias médios". Isso perfazia um ano de 365 dias, que era suplementado duplicando-se os enderi (acrescentando 3 dias) a cada doze anos.

Em representação tabular, o Calendário de Valfenda assumirá o aspecto abaixo. É importante notar que, como convencionado para o MUD, os nomes dos meses estão em sindarin, porém os dias especiais (yestarë, enderi, e mettarë) são nomes em quenya.

 

Yestarë
       
1. Ethuil
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
 
2. Laer
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60
61 62 63 64 65 66
67 68 69 70 71 72
 
3. Iavas
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
   
Enderi
   
         
4. Firith
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
 
5. Rhîw
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60
61 62 63 64 65 66
67 68 69 70 71 72
 
6. Echuir
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
       
Mettarë

 

Calendário de Valfenda adaptado para a realidade do MUD

Com o objetivo de facilitar e regularizar o cálculo dos calendários e sincronizar o início do ano em todos os calendários do MUD, algumas alterações foram feitas ao Calendário de Valfenda: Optou-se pelo uso de nomes em sindarin e os dias especiais e a correção de defasagem existente a cada doze anos foi suprimida. Desta forma, lidamos com um ano de trezentos e sessenta dias, cujo primeiro dia equivale ao primeiro dia do Calendário de Gondor.

A representação tabular do Calendário de Valfenda no MUD Valinor assume este aspecto:

 

1. Ethuil
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
 
2. Laer
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60
61 62 63 64 65 66
67 68 69 70 71 72
 
3. Iavas
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
         
4. Firith
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
 
5. Rhîw
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60
61 62 63 64 65 66
67 68 69 70 71 72
 
6. Echuir
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30
31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42
43 44 45 46 47 48
49 50 51 52 53 54

 

 

 

 

Como jogar?

Leia nosso Guia para Iniciantes e
jogue agora
(ajuda)

Esse recurso permite jogar sem instalar nada em seu computador, mas você também pode usar um cliente de MUD convencional.

Em caso de dúvidas, veja as perguntas mais frequentes ou faça a sua.

Dicas de jogo

Não quer receber mais dicas? Digite CHAN -TIPS ou leia HELP CHANNELS para saber como lidar com canais.