MUD Valinor

Família Belegram (História)

por Kaiat, em 14/01/2008, lido 1990 vezes (Famílias)

Resumo: História da família Belegram, escrita por Kaiat Belegram, e narrando parte da história dos personagens Kaiat, Tyreal, Delberth, Deker, e Zeferus.

História da Família Belegram


Lamthar Belegram e Ryari Belegram eram dois elfos quem viviam em Lórien, casados, tiveram o primeiro filho no 9º dia do Hísimë do 2722º ano da Terceira Era do Sol e o batizaram como Kaiat.
Quando criança Kaiat já mostrava seu interesse por espadas, o que não era normal, pois elfos preferiam arcos e geralmente usavam magias, porém Kaiat não conseguia dominar tal técnica.
Ao completar 291 anos, sem domínio nenhum da magia, Kaiat se sentia excluído e sabia que os outros elfos achavam-no estranho, então numa noite, sem dizer a seus pais aonde iria e o que faria saiu de casa, arrumou suas coisas e partiu para talvez nunca mais voltar.
Andou léguas e mais léguas até ficar exausto e perceber que se encontrava em um lugar estranho para seus olhos, e mesmo sabendo que estava perdido, não poderia voltar atrás, e então uma determinação atingiu-lhe o coração e o fez continuar o caminho para longe de Lórien. Sendo assim continuou sua caminhada.
Ao cair de uma de suas longas noites fez uma pausa para descansar e acabou caindo no sono, logo acordou com barulho de algo feroz vindo em sua direção, e ao olhar para trás um enorme e terrível warg negro o ataca, Kaiat se protege colocando os braços sobre o rosto e esperando um ataque direto, ataque que nunca ocorreu, pois quando tirou os braços do rosto, encontrou o warg mortalmente ferido no chão com uma espada encravada no peito. Estupefato, Kaiat olha para o lado e vê um humano com uma armadura prateada que brilhava ao luar, em seu escudo reluzia o brasão dos cavaleiros de Rohan. Impressionado com tal habilidade e técnica, o jovem elfo resolve saber mais da vida desse nobre cavaleiro.
O guerreiro então se apresenta, seu nome é Artas. Ele conta que é do Reino de Rohan, onde existem muitos guerreiros fortes e corajosos, atônito, Kaiat pede que Artas leve-o até o seu reino e que se possível o treine. O guerreiro então atende seu pedido, e juntos rumam à Rohan.
Cinco anos se passam e Kaiat aprimora sua habilidade com espadas com o então jovem Artas, nessa meia década Kaiat conhece toda a família de seu mestre, incluindo seus filhos: Delberth, Deker e o mais novo Zeferus. A mãe dessas estava muito doente, e só havia uma planta que poderia curar sua doença.
Artas e seu pupilo saem atrás de tal planta. Artas dizia que isso também era uma parte do seu treinamento. A noite cai e ainda continuam, o desespero começou a tomar conta de Artas, vendo que talvez fosse realmente o fim de sua bela esposa. O tempo vai se fechando e logo uma assombrosa tempestade rasga os céus com seus trovões. Mesmo assim não podiam retornar, uma vida dependia deles.
Após percorrer cerca de 50 quilômetros algo inesperado acontece. Uma legião de 15 orcs aparecem e os emboscam. Artas tenta uma desesperada fuga mas é inútil, vendo que não lhe restava mais nada a fazer tenta enfrentar os 15 orcs. Artas era forte e experiente, ele então conseguiu decapitar um orc com uma de suas espadas, desmembrar outro com a outra espada, e golpear fatalmente outro combinando as duas. Kaiat, do lado oposto de Artas lutava com um orc, essa foi sua primeira experiência de batalha após o ataque do terrível warg.
Aos poucos Artas foi se cansando e logo foi golpeado por um orc. Ao ver que esse era o seu fim disse:
- Fuja! E cuide dos meus filhos para mim.
Então desferiu um golpe poderoso contra os orcs que estavam a frente de Kaiat. Os orcs se assustaram e se afastaram, Kaiat então aproveitou e correu.
Ao olha para trás os orcs estavam desferindo vários golpes contra seu mestre, Kaiat por um momento pensa e voltar e lutar, mas a desvantagem numérica é grande de mais. Então continua a correr com um peso no coração por ter visto seu mestre morrer e não poder fazer nada.
Enquanto isso acontecia na vida de Kaiat o seu irmão Tyreal que havia ficado com os pais em Lórien aperfeiçoava cada vez mais o seu uso da magia.
Tyreal, ao contrário do irmão, lidava muito bem com a magia, tão bem que já havia superado até alguns dos antigos no uso dessa força sobrenatural. Ele era apenas alguns anos mais novo que seu irmão, e os dois eram grandes amigos.
Durante os cinco anos longe do irmão, Tyreal conseguiu dominar perfeitamente o uso de sua magia, sua aptidão mágica era notável. Após adquirir todo o conhecimento necessário, decidiu então sair na busca de seu irmão mais velho, acreditando ainda que o mesmo ainda estava vivo.
Se despediu de seus pais, arrumou suas coisas e partiu mundo a fora.
Após dias andando ouviu rumores de um elfo que estava vivendo com humanos no Reino de Rohan. Pensou que finalmente havia encontrado seu irmão e partiu para lá.
Kaiat havia chegado de volta a casa de seu, agora falecido, mestre. A mulher de seu mestre, estava deitada na cama, tão pálida como Kaiat nunca tinha visto antes. Ao se aproximar notou que ela havia partido, seus três filhos estavam ali esperançosos, Zeferus, o mais novo, ainda mal sabia andar.
Kaiat teve que tomar a difícil decisão, ele tinha que partir, mas não podia deixar essas crianças órfãs. Decidiu então levá-las.
Pegou tudo o que pode, arrumou-se em uma carroça, colocou os três nela e partiu, de volta para casa. Não sabia como reagiriam os elfos, talvez nem o aceitassem de volta, mas partiu, era sua última esperança.
Após alguns dias no caminho encontrou um viajante sozinho, lá distante. Pensou em ser uma emboscada já, e já havia preparado sua espada. Depois de se aproximar, para sua surpresa ele havia encontrado seu irmão!
- Tyreal!! – desceu da carroça apressadamente e deu um abraço em seu irmão.
- Estava te procurando! Como tu somes e nem da satisfação?
- Ah. Eu precisava fazer isso...
Subiram então os dois na carroça. No caminho de volta para casa Kaiat foi contando a seu irmão o que havia acontecido e mostrou as três crianças, filhos de seu mestre.
Voltaram então para Lórien, ao contrário do que Kaiat pensava os elfos o acolheram bem, e agora estava tranqüilo. Adotou então os três filhos de seu mestre como seu irmão.
Logo que foram crescendo os três se adaptaram com os costumes élficos. Delberth até desenvolveu a magia, e estava cada vez mais parecido com o poder de Tyreal. Deker também desenvolveu a magia, mas de uma maneira diferente daquela de seus irmãos, sua magia era mais canalizada na natureza. Zeferus quando cresceu se parecia muito com seu pai, Kaiat sempre falava para ele como era seu pai, e mostrava o que seu pai havia ensinado a ele.
E hoje em dia eles vivem por ai, talvez esbarre com eles...




Como jogar?

Leia nosso Guia para Iniciantes e
jogue agora
(ajuda)

Esse recurso permite jogar sem instalar nada em seu computador, mas você também pode usar um cliente de MUD convencional.

Em caso de dúvidas, veja as perguntas mais frequentes ou faça a sua.

Dicas de jogo

Não deixe de cadastrar um e-mail *ativo* para seu personagem: ele será usado pela equipe caso você esqueça ou perca sua senha!